Escritos

Voyeurismo de dramas passados (e atuais)

Sábado à tarde, escondido no meio do Parque da Água da Branca, SP, acontece um baile da saudade. A frequência mínima é acima de 60 anos, mas dá para notar uma faixa muito mais velha, que já passou de 80. Muita gente espalhada por dois salões contíguos. Há sentados, encostados à parede, e não sei se isso é fadiga ou falta de coragem (de pedir uma dança a um possível par do momento, de fazer qualquer movimento mais ousado). O que me parece um desperdício à altura do campeonato, mas isso sou eu pensando como é ser velho e encarar a vida. O rosto de quem dança passa mais concentração que satisfação por estar lá, e isso também me parece um contrassenso. Observo tudo do lado de fora, através da grade, e tenho dificuldade de decifrar por que quem está ali está ali e se a tarde está valendo a pena. Enfim, dificuldade de sacar toda a cena. Mais fácil entender o tio bem na minha frente que dança sozinho e prefere reger a banda como maestro imaginário, dramatizando a catarse conjunta do salão porque soa pelos alto-falantes “Na hora do adeus”, de Matogrosso & Mathias. É um brega com teclado de churrascaria, da época em que o gênero era “coisa do povão”, escarrado e ironizado. Os que acompanham a letra aparentam colocar pra fora uns fantasmas deixados lá atrás e que reapareceram de surpresa. O tiozinho maestro chora com a música. Outros são mais discretos, mas a melancolia está na cara. Como é saudável a terceira idade sair de casa, socializar com outros colegas de geração e dançar para movimentar o corpo. Isso, exatamente isso.

Anúncios
Padrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s