Escritos

Vitória do entendimento social

Vou contar uma coisa de agorinha pouco absolutamente banal. Mas que pra mim foi especial em tempos de descrença e raiva do outro. Em tempos em que o vizinho de baixo entra atirando no apartamento do outro por causa do barulho. Aviso que é absolutamente banal (outro sintoma desta época: tudo que você vai ler, tudo que você vai investir seu tempo, há a expectativa do extraordinário, daí minha preocupação). Ontem trabalhei até quase 1 da matina. O apartamento do lado está sendo reformado. O pessoal da obra começou a usar a serra às 8h. Tudo dentro dos conformes (digo, nas regras de convivência do prédio). Foi a segunda coisa que eu pensei (a primeira foi ‘puta merda’, óbvio). Assim, ensaiei um discurso (e acho que foi importante pensar nele) antes de ir até lá e falar: ‘Sei que vocês estão dentro das regras’. ‘Não tem nada de errado’. ‘Mas se possível’. ‘Se não for possível eu até entendo’. O cara falou ‘Certo. 9h10 agora. 10h30 retomo, tudo bem?’. Vitória do entendimento social! Dentro do microcosmo. Mas se eu senti necessidade de contar isso, como uma pequena extraordinariedade, é outro sintoma de nossa época?

Anúncios
Padrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s