Escritos

Melancolia agridoce

Engraçado sentimentos ou sensações, de anos atrás, que se pensava perdidos e retornam assim, sem mais nem menos. Mais curioso quando isso acontece em um sonho.

Começa assim. Estava em uma lanchonete, uma parecida com aquelas de aeroporto, com janelões e uma claridade distinta. Primeiro observava as pessoas em um balcão conversando calmamente, pessoas que não vieram juntas, mas que se conheciam de frequentarem aquele lugar.

Em um determinado momento também entrei na conversa. Até que o celular tocou. Conversei, conversei ao telefone, e as pessoas começaram a deixar a lanchonete. Até que não houvesse mais ninguém. Nem mesmo atendentes. Estava completamente sozinho.

Assim, eu comecei a lavar os pratos que restavam. Era pouca coisa. Provavelmente só os que havia usado.

Invadiu-me uma sensação de que estava solitário não só naquele local, mas no prédio inteiro (aliás, uma estrutura de prédio recorrente em meus sonhos. Algo intangível de dimensões, meio labiríntica).

Pouco depois aparecem dois funcionários e eu corro, desesperado, para evitar que me deixem trancado lá (no prédio).

O sonho acaba aí. Não foi nada demais, porém, me remeteu aos tempos de aulas ao sábado na Federal (lembra daqui?), principalmente as da parte da tarde. As pessoas pouco a pouco começavam a ir embora, e eu ficava lá esperando algo acontecer. Na esperança de que uma excitação que se tem quando se sai à noite, na balada (estamos falando de adolescência), pudesse se concretizar. Mas que nunca se concretizava e eu acabava voltando para casa. Onde, de qualquer forma, eu não seria autorizado a estar fora madrugada adentro.

Remeteu-me também ao sentimento do começo do Apanhador no Campo de Centeio, quando o Holden observa do alto do morro a escola em festa, por causa do jogo decisivo do time do futebol do Pencey. Ele à parte, e à beira de deixar a escola.

Uma melancolia agridoce, com talvez algum significado por trás, mas nada que valha escavucar. Uma melancolia agridoce, só isso.

Anúncios
Padrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s